Dicionário Ilustrado de Montanhas-Russas

3

01/03/2012 por danapinho

Se você é também um apaixonado por montanhas russas, não deixe de conferir este dicionário de montanhas-russas, para não ficar por fora e conhecer mais sobre estas obras de arte da engenharia do entretenimento.

TIPOS DE MONTANHA-RUSSA

Montanha-russa de madeira (Wooden Roller Coaster): composta por pequenos trilhos de metal, por onde correm as rodas do trem, sobre uma base toda de madeira. Neste tipo de montanha-russa, é dificil a presença de determinados elementos de inversão e mesmo que a montanha-russa tenha pequenos trechos metálicos, continua sendo classificada como montanha-russa de madeira devido ao design do trajeto ser de madeira. Normalmente o percursso do trem neste tipo de montanha-russa é acompanhado de muitos sacolejos e trepidações devido a forma como são encaixadas as rodas nos trilhos.

Montanha-Russa de Aço (Steel Roller Coaster): composta por um trajeto construido todo por aço. Neste tipo tipo de montanha-russa, é viável todas as formas de elementos de inversão e quedas verticais e normalmente o percusso do trem é suave devido as rodas de poliuretano utilizadas para percorrer os trilhos de aço.

Montanha-Russa de Queda Vertical (Dive Coaster): Montanha-Russa de aço com a presença de quedas verticais e carros bem largos e trens curtos.

Montanha-russa Invertida (Inverted Roller Coaster): Montanha-russa de aço constituída de trens que andam embaixo dos trilhos.

Montanha-Russa Voadora (Flying Roller Coaster): Montanha-Russa de aço com trens situados abaixo dos trilhos em que durante o percursso os usuários ficam em posição de bruços.

Montanha-Russa de Pé (Stand-Up Roller Coaster): Montanha-Russa de ação em que os usuários permanecem de pé durante todo o percursso.

Montanha-Russa sem Chão (Floorless Roller Coaster): Montanha-Russa de aço em que os carros não possuem chão e os usuários vão com as pernas dependuradas durante todo o percursso.

Montanha-Russa em Quarta Dimensão (4th Dimension Roller Coaster): Montanha-Russa de Aço em que os usuários são rotacionados independentemente do trajeto do trem.

ELEMENTOS DE INVERSÃO

Looping Vertical (Vertical Loop): Inversão na forma de um clotoide ou gota d’água de cabeça para baixo, no passado era utilizada a uma forma circular, entretanto, apresentava maiores forças G nos passageiros.

Looping Inclinado ou Obliquo (Inclined Loop): inversão na forma circular ou clotoide levemente inclinada em ângulos que variam de 45 graus a 80 graus.

Looping Não Invertido (Non-inverting Loop): possui a mesma forma clotoide de um looping, entretanto os usuários ao se aproximarem do topo da inversão, sofrem um giro deixando-os completamente em posição normal.

Looping com mergulho (Diving Loop): Os usuários ao se aproximarem do topo são girados de cabeça pra baixo ortogonais a direção proveniente, posteiormente descem por um meio looping vertical (Half-vertical loop) e saem do elemento ortogonais a direção que entraram.

Immelmann Loop: Os usuários entram e sobem por meio de um meio looping vertical (half-vertical loop) e ao ficarem invertidos, descem sendo girados para a posição normal ortogonalmente a direção que entraram, seria o inverso do Diving Loop.

Looping Norueguês (Norwegian Loop): inversão constituida da junção de um diving loop e um Immelmann loop lado a lado, os usuários são invertidos ao entrarem no diving loop e são desenvertidos ao sairem do immelmann loop.

Pretzel Loop: Inversão usada apenas en montanhas-russas voadoras, os usuários são invertidos descendo através de um meio looping vertical (half-vertical loop) e sobem sendo desenvertidos também através de um meio looping vertical (half-vertical loop)

saca-rolhas (corkscrew): lembra um looping vertical (vertical loop) que foi esticado, onde o ponto de entrada dos usuários está longe no ponto de saida, os usuários são invertidos na direção ortogonal da direção de entrada.

Cobra Roll: possui esse nome pela inversão lembrar a forma de uma cabeça de cobra, os usuários sobem e são invertidos por um meio looping vertical (half-vertical loop) são desenvertidos por um meio saca-rolhas (half-cosrkscrew), são invertidos novamente por outro meio saca-rolhas (half-corkscreww) e são desenvertidos descendo por um meio looping vertical (half-vertical loop).

Sidewinder: inversão composta por meio saca-rolhas e meio looping vertical, similar ao Diving Loop, entretanto, os usuários entram na inversão a partir de um meio saca-rolhas (half-corkscrew) e saem por um meio looping vertical (half-vertical loop) em direção ortogonal a de entrada, seria a metade de um cobra roll.

Asa de Morcego (Batwing): inversão na forma de coração, constituida de dois sidewinder, sendo um na posição normal, e outro na posição reversa, pode ser considerado o inverso de um cobra roll, nesta inversão os usuários entram em uma direção e voltam no sentido contrário.

Borboleta (Butterfly): similar ao batwing, a inversão borboleta é constituida de dois sidewinders, mas o sentido e direção de entrada dos usuários se mantêm na saída.

Sea Serpent Roll: similar ao cobra roll, constituído por dois sidewinders reversos, mas neste caso, os usuários saem da inversão no mesmo sentido em relação a entrada, poder ser considerado o sentido inverso ao butterfly.

Zero-Gravity Roll ou G-Roll: é uma inversão constiuída de uma subida e descida com um giro de 360 graus no topo, dando aos usuários uma falsa sensação de ausência de gravidade por milésimos de segundos. Esta inversão é chamada de heartline spin em montanhas-russas invertidas.

HeartLine Roll: inversão constituída de um giro em espiral de 360 graus ao longo do mesmo eixo centrado próximo ao coração dos usuários.

Inline Twist: inversão constituída de um giro em espiral de 360 graus ao longo de um mesmo eixo coincidente com o trilho da montaha-russa, difere do heartline roll pela localização do eixo espiral.

Roll Out: inversão constituída de um quarto de looping vertical (quarter-vertical loop) seguido de meio corkscrew (half corkscrew), nesta inversão os usuários entram através de uma subida vertical e saem na posição normal.

Raven Turn: é uma meia inversão constituída de meio looping vertical (half-vertical loop) seguida de uma queda ou descida na vertical e uma subida na vertical até a mesma altura da entrada. Este tipo de inversão só é encontrada em montanhas-russas voadoras e de quarta dimensão.

Overbanked Turn: Na verdade é uma quase inversão, onde os usuários entram numa subida em curva e são inclinados a 90 graus da posição normal e depois descem retornando a posição original. Normalmente são curvas de 110 a 180 graus.

Hammerhead: quase inversão constituída de uma curva inicial inclinada na direção oposta, uma subida, uma curva com inclinação de 90 graus, uma descida e uma outra curva na direção oposta. Neste caso, os usuários percorrem uma curva com mais de 180 graus inclinados.

Ferradura (Horseshoe): quase inversão durante uma curva de mais de 180 graus, onde os usuários são inclinados a 90 graus ou mais durante o percurso da curva.

Anúncios

3 pensamentos sobre “Dicionário Ilustrado de Montanhas-Russas

  1. Olá, gostaria de ter sua autorização para republicarmos este texto e fotos no Clube Brasileiro de Montanhas-Russas, o CBMR. Aguardo retorno.
    Obrigado,
    Alexandre

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: